Sexta, 13 de Setembro de 2019
21:30
 
Imprimir
Fechar
sala principal
Público alvo: M16
   


Fraternidade II
Miguel Moreira / Útero 

   
ESTREIA NACIONAL  
 
Há um tumulto permanente em Miguel Moreira. Há algo de excessivo, que se esvai nas palavras que diz, nas ideias que partilha, e nessa busca incessante por um movimento que tem uma raiz interior. Às vezes, o corpo até pode recuar ou reduzir a sua pulsação em cena, contrair a convulsão, mas por dentro será sempre trémulo e inquieto. Miguel fala com o mesmo entusiasmo obsessivo com que se dedica à dança. Ele diz coisas assim: “O trabalho do artista é sobre o que não conhece. Não é sobre ‘gosto’ ou ‘não gosto’, não me interessa isso. O trabalho do artista é sobre conhecer. (…) Ele diz coisas assim: “Fraternidade II é diferente das outras criações porque venho com a Fraternidade I na cabeça. Quero fazer um díptico como num quadro. Sei que as pessoas vão olhar primeiro para o 1, e já tenho isso dentro de mim. (…) O ponto de partida é o mesmo: um caderno de anotação metódica das horas, que acompanhou a vida de uma pessoa a caminho dos 90 anos. “Um diário muito metódico, que sugeria uma organização mental... no final já só havia números. ‘Deitei-me à meia-noite’, depois há anotações de horas, ‘2h30 da manhã’, ‘3h30’... Tornou-se um registo do passar do tempo, de alguém que vai acordando ao longo da noite, e toma nota das horas em que desperta. Só tem números. Fez-me pensar que a Fraternidade seria a dança desse mundo, em que acordamos e adormecemos e não sabemos bem onde estamos.”  
 
Cláudia Galhôs para o programa do Festival GUIDANCE  
 
 
 
Ficha Artística  
 
Uma peça de Miguel Moreira  
Cocriação e Interpretação Carolina Faria, Claudia de Serpa Soares, Luís Guerra, Maria Fonseca, Miguel Moreira, Sara Garcia, Shadowman  
Música original ao vivo Ricardo Toscano  
Música gravada Rui Bentes (Projecto Shhh...) - Mistura de Cello Concerto - Concerto in E minor, opus 85 de Edward Elgar  
Desenho de Luz Rui Monteiro  
Vídeo João Pedro Fonseca  
Cenografia e colaboração desenho de luz Jorge Rosado  
Fotografia Helena Gonçalves  
Residências e lugares de ensaio Estúdios Vitor Córdon / Espaço Gaivotas / Latoaria / Teatro Aveirense / Estúdios ACCCA  
Apoios Estúdios Vitor Córdon / Programa Casa; Câmara Municipal de Lisboa - Polo Cultural das Gaivotas  
 
Com o apoio Governo Português - Direção Geral das artes e co-produzida pelo Útero e Centro Cultural Vila Flor / Festival Guidance / Cine Teatro Avenida / Teatro Aveirense / Teatro das Fíguras  
 
Coprodução Teatro Aveirense | Câmara Municipal de Aveiro; Companhia Útero  
 
 
 
 
Preço  
Geral 5€  
    Fechar