Sábado, 26 de Janeiro de 2008
21h30m
 
Imprimir
Fechar
sala principal
Duração: 80m
Público alvo: maiores de 12
   


Masculine
Companhia Paulo Ribeiro 

   
Masculine, da Companhia Paulo Ribeiro, sobe ao palco do Teatro Aveirense no próximo dia 26 de Janeiro, pelas 21.30 Horas, dando continuidade aos ciclos dedicados à dança e aos coreógrafos portugueses. Esta coreografia que nos aproxima da imensa “pessoa” de Fernando Pessoa, foi distinguida em 2007 como uma das melhores a nível nacional pelo Semanário Expresso e pelo Jornal Público.  
 
Quatro homens protagonizam esta peça intensa, quase febril, capaz de levar o público ao riso ou às lágrimas, e que gira à volta de Fernando Pessoa. As palavras do poeta ecoam ao longo desta criação, ao sabor de uma história bem contada, em que a palavra é disputada pelos intérpretes que procuram entre os seus episódios de vida aqueles que se cruzam com o imaginário pessoano, num turbilhão de expressões que conduzem o público por uma montanha russa, apreendida por todos os sentidos e pautada pela beleza dos momentos e pela energia que a peça transpira.  
 
Estreado no Festival Le Temps D´Aimer, França, em Setembro do ano passado, Masculine ensaia movimentos de aproximação a Fernando Pessoa centrada no poeta enquanto Homem e nos seus hábitos do quotidiano. Para este trabalho, de grande cumplicidade masculina, Paulo Ribeiro convidou quatro distintos intérpretes habituados a cruzar fronteiras disciplinares: Miguel Borges, Peter Michael Dietz, Romeu Runa e Romulus Neagu.  
 
A Companhia Paulo Ribeiro é uma companhia portuguesa de dança contemporânea, fundada em 1995, na sequência de vários anos de trabalho do coreógrafo Paulo Ribeiro junto de algumas das mais prestigiadas companhias de dança contemporânea europeias. Nestes quase onze anos de actividade (1995-2006), conquistou um importante lugar entre as mais reconhecidas companhias de dança contemporânea portuguesas, apresentando-se regularmente nas principais salas de espectáculo nacionais, bem como por toda a Europa, Brasil e Estados Unidos da América.  
 
Com dezasseis produções realizadas, que despertaram sempre o interesse da crítica e do público e com uma audiência global que já ronda as 68.000 pessoas, esta companhia recebeu ainda alguns dos mais importantes prémios nacionais e estrangeiros. Desde 1998, é a companhia residente no Teatro Viriato, em Viseu, cujo projecto criou e implementou, onde para além da sua actividade de criação, produção e itinerância artísticas, desenvolve ainda um importante projecto pedagógico junto da comunidade local, que inclui aulas regulares de dança e teatro e também projectos específicos para o público escolar, agora também num novo espaço em Viseu – Lugar Presente.  
 
FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA:  
 
Direcção e Coreografia: Paulo Ribeiro  
 
A partir de textos de Fernando Pessoa retirados do “Livro do Desassossego” e dos “Escritos Autobiográficos, Automáticos e de Reflexão Pessoal” editados por Richard Zenith.  
 
Assistente de Coreografia: Leonor Keil  
Interpretação: Miguel Borges, Peter Michael Dietz, Romeu Runa, Romulus Neagu  
Música: Dimitri Shostakovich, Frank Zappa  
Desenho de Luz: Nuno Meira  
 
Co-produção: Companhia Paulo Ribeiro, Teatro Viriato, Teatro Nacional S. João, Teatro Maria Matos, Centro Cultural Vila Flor, Biarritz Culture – Festival le Temps d’Aimer.  
 
Estrutura financiada pelo Ministério da Cultura – Direcção Geral das Artes.  
 
  Preço: 8€ a 15€  
 
Com descontos TA. Sem intervalo. Conversa no final do espectáculo. Master Class dança contemporânea com Peter Michael Dietz, dia 24.  
    Fechar